09/12/2008

Sonhei!


Sonhei com o rosto da hombridade
Com a clareza nos olhos e largueza da voz
Sonhei com o som da flauta, o batuque de um pandeiro
E o tilintar de triângulo… eram sim acordes de violão!!
Sonhei que a água salgada que refrescava meus pés e com
a areia que apaixonava meus passos
Sonhei com o cheiro de chuva, um rio correndo
e o uivo de bambus
Sonhei com o sol e odor do verão
Um bom dia ao acordar, um coração batendo à porta
e palavras, muitas palavras que voavam sob um céu de papel
Sonhei com o pão, a igualdade, a festa e uma liberdade desinteressada
Sonhei com o descanso, almas desnudas e um entorpecimento poético
Sonhei
Com um céu de papel
Sonhei!

Comentários:

Postar um comentário

 
© 2011 | Template por Silvia