27/07/2009


Um amigo de Recife veio a minha casa na sexta, bebemos, conversamos...ele voltou hoje para o Nordeste
Uma amiga de Sampa que estava no Rio ficou furiosa porque não a convidamos para a cerva de sexta, ficou magoada, disse que a esquecemos... pô eu amo demais essa amiga!
Uma amiga passou o fim de semana inteiro de mal humor por causa do namorado, eu tinha vontade de socá-la até vê-la sangrar, pq nenhum homem no mundo merece que uma bela mulher torne seu fim de semana enfadonho...
Uma amiga trabalhou sábado e domingo e não tivemos tempo de nos falar!
Ah aquele amigão gay me ligou e reclamou presença, disse: depois que você arrumou um bofe nem me convida mais pra almoçar na sua casa!
Ontem passei o dia no Inca com uma amiga que está internada lá! Mesmo em coma, contei para ela todas as novidades da minha vida... tenho certeza que ela ficou feliz!
Porra tem uma amiga que não me liga há tempos!
Um amigo de longas datas marcou um chopp para essa semana, ele é meu confidente, estar com ele é como estar no confessionário, ele sempre me perdoa de tudo!
Tem uma amiga furona que marcou uma cerva na casa dela domingo... ela admitiu que é furona, que sempre me deixa na pista... isso já é um bom começo!
Hoje encontrei uma amigona, madrinha que conheço há mais de 10 anos e foi bom demais, gargalharmos novamente juntas!

Se tem uma coisa de que eu não posso reclamar é a falta de amigos... Tenho que me dividir muitas vezes...porque a vida vai passando e se deixarmos o tempo, a maior chibata do homem, nos impede de saborear o que realmente é viver...
Tenho amigos que me cobram presença, amigos que se queixam de ciúmes, amigos que somem, mas que reaparecem como um belo sol depois das tempestades, amigos engraçados pra Cacete, amigos durões... amigos....

Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...

( Vinicius de Moraes)

2 comentários:

  1. Ah!Minha linda nao sei...Injusto isso.E o coraçao dói, e meeesmo assim nao mudamos...Deus terá muita piedade de nós, eu espsero!

    Amigossss, nao tem coisa melhor, de todos os lugares, com todas as qualidades e defeitos, sao rizadas convedas e lagrimas que nao trocamos por nada na vida!São momentos inesquecíveis...Essa de contar as novidades pra amiga em coma foi lindo, igualzinho a cena de novela...Melhoras pra ela!!E pra nós!!
    Beijos querida!!
    :D

    ResponderExcluir

 
© 2011 | Template por Silvia