22/04/2010

Salve Jorge


Para alguns São Jorge, para outros Ogum...
De uma maneira ou de outra a minha devoção à Jorge guerreiro ultrapassa os seus títulos e se torna mais real a cada vitória alcançada!
Nas vésperas do seu dia, não poderia deixar o meu blog sem uma homenagem!
Salve Jorge!
ORAÇÃO A SÃO JORGE

Eu andarei vestido e armado, com as armas de São Jorge. Para que meus inimigos tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me enxerguem, nem pensamentos eles possam ter para me fazerem mal. armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem ao meu corpo chegar, cordas e correntes se quebrem sem ao meu corpo, amarrar.

São Jorge, cavaleiro corajoso, intrépido e vencedor; abre os meus caminhos. ajuda-me a conseguir um bom emprego; faze com que eu seja bem quisto por todos: superiores, colegas e subordinados. que a paz, o amor e a harmonia estejam sempre presentes no meu coração , no meu lar e no meu serviço; vela por mim e pelos meus , protegendo-nos sempre , abrindo e iluminando os nossos caminhos , ajudando-nos também a transmitirmos paz, amor e harmonia a todos que nos cercam. amém.

( rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave Maria e 1 Glória ao Pai.)

Milagres são a arma do 'exército' de São Jorge

(Jornal O DIA)

http://odia.terra.com.br/portal/rio/html/2010/4/milagres_sao_a_arma_do_exercito_de_sao_jorge_76587.html)

No dia do santo mais popular do Rio e da Internet, devotos contam graças alcançadas

POR RICARDO ALBUQUERQUE

Rio - O que há em comum entre um parto de alto risco, um tiro à queima-roupa e uma doença incurável? Quem é devoto de São Jorge sabe a resposta na ponta da língua: "É só pedir que ele abre os caminhos e preserva a vida". Os milagres atribuídos ao Santo Guerreiro vão completar 18 séculos amanhã, quando legião de fiéis vai lotar igrejas e terreiros para homenagear o santo mais popular do Estado do Rio de Janeiro.

Júlia se alistou no Exército de Jorge no dia em que nasceu, para a alegria de sua mãe, Danielle Foto: Paulo Araújo / Agência O Dia

Mesmo sem entender nada sobre fé, a pequena Júlia se alistou no Exército de Jorge no dia em que nasceu, 23 de abril. Há dois anos, a menina veio ao mundo com o cordão umbilical enrolado no pescoço. A cirurgia era tão delicada que foi marcada duas semanas antes de a mãe, a estudante Danielle Figueiredo, 24, completar nove meses de gestação. Aquele 18 de abril de 2008 marcou a família. "A bisavó da Julinha pressentiu que havia risco de morte para o bebê. Não tinha como avisar à futura mamãe, que já estava na maternidade, pronta para a cesariana. Ela acendeu uma vela e rezou a manhã inteira", revela o avô de Júlia, o jornalista Guilherme Moitas, 46.

"Só sei que a maternidade ficou pior que o INSS, com filas de partos e cirurgias de emergência. Minha obstetra, sete horas depois, disse que era melhor adiar o nascimento da minha filha para o dia 23", descreve Danielle. A cirurgia, no Dia de São Jorge, levou só 30 minutos. "Ainda ouvi a instrumentadora falar: 'Bota o nome dela de Jorgina'. Com todo o respeito, fiquei só com o jota de Jorge", brinca.

Mais enroscado que a pequena Júlia ficou o devoto de Ogum (nome do santo no Candomblé) Oswaldo José de Senna Filho, o Cotoquinho, 51. Diretor do Afoxé Filhos de Ghandi, ele viu a morte de perto após discutir com um traficante no Morro de São Carlos, no Estácio, onde levou o grupo para se apresentar há sete anos. "Coloquei a mão na frente da arma por puro instinto, e só veio pólvora. Acredite, só pólvora!", garante.

Professor de instrumentos de percussão e vocalista do Afoxé, Cotoquinho admira São Jorge desde menino. "Fui criado no candomblé e reconheço a importância da energia de Ogum (São Jorge). O vermelho representa a força e o branco, a paz. Faço questão de andar vestido e armado com as armas dele para que meus inimigos não me alcancem", diz ele, citando um trecho da oração ao santo.

CIRURGIA DESCARTADA

Luci Vicente de Faria, 63, é outra que agradece todos os dias. "Minha filha, Andréia, sofria de endometriose (doença que desloca partes do endométrio para fora do útero) e os médicos queriam fazer cirurgia", recorda. Sacristã-mor da Igreja da Venerável Confraria de São Gonçalo Garcia e São Jorge, na Rua da Alfândega, no Centro, a devota não hesitou. "Fui conversar com Jorge e, como sempre, ele atendeu: minha filha está curada e não precisou ser operada. Quem é devoto sabe que ele mata o dragão que nos aflige", poetiza.

Para o padre Marcelino Modelski, da Paróquia de São Jorge em Quintino, a popularidade do santo merece um estudo antropológico. "Vencer as forças do mal, representadas pelo dragão, usando a espada e a lança, estimula o imaginário das pessoas. O dragão é o obstáculo a ser superado. Todo mundo tem um obstáculo a ser vencido e São Jorge simboliza a vitória sobre a adversidade", explica. Descendente de poloneses, o padre reconhece que os devotos de São Jorge formam um exército que ultrapassa a religiosidade. "Jorge transcende o catolicismo por ser adorado por outros grupos religiosos e ganha força fora de série que precisa ser respeitada e estudada, profundamente, para termos uma visão mais ampliada do simbolismo que envolve o santo há 18 séculos", admite.

Mais de 500 mil devotos devem participar, amanhã, das festas em homenagem ao santo no Rio e na Baixada Fluminense, de acordo com a previsão da Arquidiocese do Rio. Em todas, haverá alvorada e queima de fogos, além das tradicionais procissões.

Santo é o mais popular no Orkut e Facebook

A fama do santo transcendeu o espaço das igrejas e dos terreiros de candomblé e umbanda. Na Internet, o site de relacionamentos Orkut exibe oito comunidades oficiais. A principal reúne 84.561 pessoas. Nem o casamenteiro Santo Antônio, que tem 27.029 inscritos na sua maior comunidade de devotos, chega aos pés de Jorge. Na rede social Facebook, São Jorge é o campeão de audiência, com mais de 3 mil fãs, superando Nossa Senhora Aparecida, Santo Antônio e Santo Expedito.

Jorge nasceu na Capadócia, na Turquia, viveu na Palestina e morreu na Lídia, decapitado no ano 3, após ser humilhado, torturado e envenenado por ser cristão. Ele é padroeiro da Inglaterra, Grécia, Portugal, Espanha, Lituânia, Geórgia, Região da Catalunha e de cidades europeias, como Veneza, Gênova e Moscou.

PARA DEVOTOS

PROGRAMAÇÃO
Amanhã, igrejas de São Jorge do Centro, Quintino, Santa Cruz e Duque de Caxias promovem a tradicional alvorada, com missa a partir das 5h. Em Santa Cruz, a procissão de 4.500 cavaleiros sai do Largo do Bodegão e circula pelo bairro às 18h. Em Quintino, a carreta será às 7h e a procissão, às 16h. Em Caxias, a procissão luminosa ocorre a partir das 19h. No Centro, cortejo é domingo, às 11h.

O arcebispo do Rio, Dom Orani, participará da alvorada no Centro e celebrará 4 missas. A primeira, após a queima de fogos na Igreja de São Jorge, na Rua da Alfândega; às 10h, em Quintino; às 15h, no Forte de Copacabana; e às 17h30, em Santa Cruz. Após a missa do Forte, haverá motosseata.

AMBULANTES
Serão 29 barracas padronizadas na Praça da República, e outras 60 em Quintino, das 18h de hoje até as 4h de sábado. O capelão Alberto Gonzaga celebra missa, às 9h de amanhã, na Capela de São Jorge, no 12º BPM (Niterói), seguida de procissão.

PADRE MIGUEL
Show de Emílio Santiago começará às 21h de amanhã em frente a estátua de Zumbi dos Palmares, na Rua Figueiredo Camargo. A festa começa às 5h com alvorada e queima de fogos. Às 7h, terá missa e café da manhã.

NOVA IGUAÇU E GUAPIMIRIM
Amanhã será servido o Angu do Santo Guerreiro, na Paróquia de N. S. de Fátima e São Jorge, no Centro em Nova Iguaçu a partir das 12h. Domingo, Guapimirim realiza a 6ª Cavalgada de São Jorge, a partir das 9h.AMBULANTES
Serão 29 barracas padronizadas na Praça da República, e outras 60 em Quintino, das 18h de hoje até as 4h de sábado. O capelão Alberto Gonzaga celebra missa, às 9h de amanhã, na Capela de São Jorge, no 12º BPM (Niterói), seguida de procissão.

PADRE MIGUEL
Show de Emílio Santiago começará às 21h de amanhã em frente a estátua de Zumbi dos Palmares, na Rua Figueiredo Camargo. A festa começa às 5h com alvorada e queima de fogos. Às 7h, terá missa e café da manhã.

NOVA IGUAÇU E GUAPIMIRIM
Amanhã será servido o Angu do Santo Guerreiro, na Paróquia de N. S. de Fátima e São Jorge, no Centro em Nova Iguaçu a partir das 12h. Domingo, Guapimirim realiza a 6ª Cavalgada de São Jorge, a partir das 9h.

Um comentário:

 
© 2011 | Template por Silvia