10/05/2010

O Silêncio

"Todos os dias é um vai e vem, a vida se repete na estação,

Tem gente que chega pra ficar, Tem gente que vai pra nunca mais!

 

Eu me calei...

Minha natureza é denunciadora, minhas atitudes são sempre de resgate, de dizer para nunca deixar de amar...

Mas se eu me calar é porque vivo o luto...

O luto pela amizade que acredito não valer mais a pena, o luto pelo amor que não deve mais existir, o luto pela deslealdade recebida, o luto pela mentira, o luto pela falsa consideração, o luto por ter acreditado tanto, o luto por ter esperado em troca, o luto por querer bem quem nem mereceu, o luto e o silêncio...

O silêncio me tira o sono, porque ele simboliza a faca que corta o mal... eu acordo a noite e o silêncio é absoluto, ele está cicatrizando, por isso ainda dói!

O silêncio vem após muitos perdões, quando não se pode mais perdoar, o silêncio vem!

Não há realmente nada a ser dito!

O silêncio vem quando não há desejo de retorno, quando a partida é definitiva, quando se fecharam todas as portas... aí entra o meu silêncio.

Nunca mais vai me ouvir falar seu nome, nunca mais vai ouvir meus conselhos inúteis, nunca mais vai ouvir meus elogios, nunca mais vai ouvir minhas súplicas, não pense que não falarei com a boca, sempre serei educada, muito educada, mas as palavras do meu coração não serão mais pronunciadas!

Se nos encontrarmos, quem sabe meus olhos falem, quem sabem eles emitam um sinal da distância, o sinal do silêncio!

2 comentários:

  1. Algo parecido com: http://carlalyno.blogspot.com/2010/02/luto-por-uma-grande-amizade-perdida.html ??!

    Mas no meu caso me calei até com as palavras (isso nao seu até quando) pra poupar a pessoa de ler:

    "não pense que não falarei com a boca, sempre serei educada, muito educada, mas as palavras do meu coração não serão mais pronunciadas!"

    Forte e Definito. Como tu sempre fostes!

    ResponderExcluir

 
© 2011 | Template por Silvia