30/08/2010

Violência?

Outro dia, eu coloquei um texto aqui sobre uma comunidade em paz... fui super criticada por alguns... dizendo que eu estava viajando... a questão é que a falta de violência explícita em uma comunidade me admirou, porque na verdade nós nos acostumamos a presença da mesma.

Eu estava refletindo sobre o fato de estarmos tão acostumados com a guerra nas comunidades que a paz nos espanta.

Fui ao Cantagalo outro dia, nunca tinha ido lá e fiquei impressionadíssima com a UPP funcionando. Gente, era polícia para tudo quanto é lado e o que mais impressionou foi a boa relação deles com a comunidade, coisa que eu também nunca tinha visto. O respeito mútuo, a ponto de um morador me dizer para colocar o carro mais perto da guarita, porque assim as crianças não sentariam nele e me dizer que agora a vida estava melhor.

Eu fiquei pensando em como a paz se torna estranha em lugar onde a violência é normal.

Hoje eu estava vindo para o trabalho e a minha irmã me ligou dizendo para não pegar determinado caminho porque estava tendo arrastão, assim que cheguei no trabalho, estava o resultado no jornal online: três carros roubados e vários pertences de outras pessoas.

Estava indo para uma festa no sábado, me disseram para não ir pelo caminho tal porque o assalto é certo, então o melhor é fazer o caminho mais longo.

Tem um sinal mais ou menos perto da minha casa, onde já presenciei e já soube de vários assaltos de carro e eu ensinava a minha irmã como agir: fecha o vidro quando passar aqui e só para no sinal se não tiver jeito, reduz, mas não para!

Vimos o bando da Rocinha pela TV sacudir a zona Sul... eu particularmente fiquei chocada, mas na boa...quem sabe assim não se acorda para o fato de o Rio de Janeiro estar tomado pelo poder paralelo, porque enquanto o poder se concentrava nas cercanias da favela, deixaram a coisa correr frouxa... agora não tem caminho certo... em qualquer horário e local, você pode bater de frente com o carro do Bonde. Assim como eu, que já fui assaltada por homens fortemente armados por fuzis e até granada.

Quem sabe não se percebe que enquanto nos habituamos ao clima de guerra, a violência cresce e a cada dia nos chocamos menos com isso!

É, estamos acostumamos a rezar para que uma bala perdida não nos ache... e assim vamos acreditando que vivemos na cidade maravilhosa!!

13 comentários:

  1. e se eu te falar que a violencia do Rio não me choca mais, apesar de eu nem morar ai.

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca chamaria uma cidade assim de maravilhosa.

    ResponderExcluir
  3. Quando nos acostumamos à violência, paramos de combatê-la como deveríamos. Tudo passa a ser normal. Até acontecer conosco.

    ResponderExcluir
  4. O problema é que a gente vai se acostumando com tudo. Com a fome da maioria, com a falta de saúde, com a distribuição de renda, com o desamor, com a violência, etc, etc, etc...
    Beijos, vários

    ResponderExcluir
  5. Fico tão triste com essas coisas, tenho muita vontade de conhecer o Rio.

    Pior que nem tem pra onde fugir dessa violência, acho que no Rio ela só é mais concentrada.

    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Gente, é triste mesmo, mas infelizmente ou a gente se acostuma, ou se tranca em casa com crise do pânico.

    Óbvio que eu faço a minha parte quando penso no meu voto, quando acredito na que a educação é a única solução, mas por enquanto eu não penso em sair do RJ,como muitos pensam, para fugir da violência!

    Enfim, a cada ano a gente vai sobrevivendo!

    Beijos em todos vcs!

    ResponderExcluir
  7. Olá menina
    Ficou show. Obrigado, amei.
    Beijão

    ResponderExcluir
  8. Realmente a violência eh algo que já faz parte do nosso cotidiano, é isso que mais impressiona, a falta de susto... Gde bjooo!

    ResponderExcluir
  9. Lilia,
    Obrigada pela visitinha lá no meu cantinho...volte sempre!
    Adorei aqui!
    Bjs
    Dani

    ResponderExcluir
  10. As pessoas pensam que existe violência só no Rio?
    Moro no interior de SP e aqui está do mesmo jeito, é claro, relativamente menor e também não temos favelas, mas o tráfico corre solto e onde há tráfico há violência e tudo mais de ruim que cerca esse submundo...sinceramente acho que perdi as esperanças nesse país, nem filho eu quero ter por causa disso!Já chega o que a gente passa nessa #$@¨&!

    bjs querida...muito bom o post e me desculpe de qualquer coisa...

    ResponderExcluir
  11. Salete querida!

    Fique sempre à vontade aqui, isso aqui é um espaço democrático e é justamente a manifestação de vocês que me incentiva!! Beijos e concordo com vc... A mídia fica em cima do Rio de Janeiro e acho que as coisas andam bem brabas é pelo Brasil todo. Enfim...como disse a gente vai sobrevivendo!

    ResponderExcluir
  12. Lilia, a princípio minha intenção era passar por aqui para agradecer o voto na foto do meu filhote, lá no Trocando Ideias. Quando cheguei aqui fiquei completamente absorvida! Você tem um jeito bom de escrever, de refletir, de forma bem humorada, sobre as coisas. Temas variados.... Quando percebi estava conquistada! Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  13. Oi Tatiana, seja bem vinda a esse espaço!!

    Afoto do seu filhote é linda demais!! Simplesmente amei! rs

    Que bom que gostou do blog... aqui eu realmente vou colocando um pouco de tudo... mistureba total!! Rsrsrs

    Super beijos!

    ResponderExcluir

 
© 2011 | Template por Silvia