30/03/2011

Boa Viagem Senhorita!!!


Apesar de ser uma foliona ligada no 220w, que ficou vidrada com o tamanho e com a religiosidade do Galo da Madrugada, que achou que ia desfalecer de felicidade por nunca ter vivenciado um carnaval tão gente em sua vida, eu fui à praia na segunda -feira de carnaval, depois de já ter passado pela beleza dos quatro cantos em Olinda, óbvio!

Fui prestigiar aquela que já lhe abre o sorriso e os braços somente pelo nome, que lhe diz assim de mansinho boa viagem senhorita!

A praia que tem uma bela orla e que tem fama de comedora de pessoas, devido aos tubarões que já passearam por lá. Como praieira de carteirinha, posso dizer que ir à praia faz do meu dia agradável.

A aura de Recife é agradável, e o motivo disso é o seu povo, receptivo, conversador, que se arrisca a dar informações ao turista e até a acompanhá-lo para que o mesmo chegue corretamente ao seu devido destino, o ápice disso é sentido quando se ouve o frevo, quando damos as mãos a desconhecidos em meio à folia e começamos a ciranda.

O fato é que eu me senti em casa, inclusive com as particularidades da praia de Boa Viagem, eu me senti como se estivesse na minha praia. E como dona da praia, teve algo que me incomodou profundamente, que me tirou do sério, que me fez esquecer que era carnaval, que me deu uma vontade imensa de gritar: para tudo!!!! Como é que vocês me recebem bem, me acolhem, me encantam e de forma assim grotesca, sujam a minha praia???? Assim descaradamente, como se isso fizesse parte do ritual, fosse comum, da mesma maneira que me abraçam, deixam os seus sacos de lixo, as suas latas de refrigerante, tudo ali naquela areia que passou a ser minha???

Fiquei chocada, estarrecida com a repetição e desimportância do ato, com o desmazelo, com o fato de não ter um latão de lixo nem no calçadão e de me dizerem pode deixar o lixo aí... como assim? A maré já está aqui na minha cadeira, a onda tá levando tudo, tá batendo e dizendo boa viagem lata de cerveja, boa viagem canudinho, boa viagem palito de picolé!!! Boa viagem para onde??? Para o fundo do meu mar, onde vocês estarão me matando como um câncer....

Fiquei entristecida pela falta de opção do mar amedontrador e bravio, porque diante da imprudência do homem, ele muito não pode fazer...

Saí da praia com uma fúria tamanha, porque quanto mais amamos algo, mais queremos que ele viva!!

Ao povo que me recebeu cantando a música de CAPIBA com tanto fervor:
"E se aqui estamos, cantando esta canção, viemos defender a nossa tradição, e dizer bem alto que a injustiça dói, nós somos madeira de lei que cupim não rói"
Eu pergunto, que tradição é essa que querem defender, se deixam a sua cidade e a sua bela praia inundada de lixo?

Devoção a nossa terra é cuidar para que ela dê frutos!

Sei que muitos vão dizer que isso é problema do governo, que toda cidade grande sofre dessas mazelas, porém, eu não considero culpa do governo um barraqueiro me servir uma maravilhosa caipirosca, com o sorriso nos lábios e jogar a lata vazia de leite condensado na rua, exatamente em frente à sua barraca.

Meu objetivo não é criticar por criticar, mas é alertar à todos os que cuidam dessa terra para mim e para outros, que se orgulham de serem Pernambucanos, que não permitam o lixo embace a beleza e o encanto de vocês, tudo é importante quando falamos daquilo que amamos... eu quero voltar, pelo calor que me transmitiram, mas quero ver Recife ainda mais linda, por estar em boas mãos!

3 comentários:

  1. Olá Lilia
    Ainda não conheço Recife, mas sempre tive boas informações sobre a sua beleza e a alegria de seu povo. Lamentável que isso esteja acontecendo. Nem tudo é perfeito.
    Bjux

    ResponderExcluir
  2. Realmente Lilia, você foimuito feliz no seu comentário, e acho que é isso ai mesmo, as pessoas ainda são muito mal-educadas, sim mal-educadas mesmo, com tanta propaganda alertando sobre como cuidarmos melhor do nosso meio ambiente que jpa estpa um tanto quanto degradado, parece que somente meia dúzia presta atenção nisso.

    Parabéns pela viagem e pelo relato. Eu também gostei muito de Olinda!

    Abs

    ResponderExcluir
  3. Ai amiga, tem horas que dá desânimo ver tanta sujeira!
    Lembra daquela vez na Praia das Conchas que passamos o tempo todo tirando sacos plásticos do mar? depois o povo reclama!
    Lamentável! Mas, ainda tenho um cadim de esperanças que isso mude...

    ResponderExcluir

 
© 2011 | Template por Silvia